Header Ads Widget

Bahia é derrotado pelo Fluminense e aumenta série negativa

 


Na estreia do técnico argentino Diego Dabove, o Bahia visitou o Fluminense, nesta segunda-feira (30), e sofreu mais uma derrota no Brasileirão. Jogando no Maracanã, o Esquadrão perdeu por 2 a 0.

Com mais uma derrota, o Tricolor de Aço agora contabiliza oito rodadas sem vencer na Série A e segue despencando na classificação. Agora, ocupa a 16ª colocação, com os mesmos 18 pontos do primeiro time do Z-4 e apenas dois a mais do que o vice-lanterna.

O JOGO

Apesar de uma semana inteira de treinamentos e com um técnico novo, o primeiro tempo foi mais do mesmo já conhecido pela torcida, com a disposição tática montada por Dado Cavalcanti.

O Bahia não conseguiu sequer organizar uma jogada ofensiva contundente, resultando em uma etapa inicial sem nenhuma finalização a gol.

Pelo lado do Fluminense, também foram poucas as oportunidades de gol. No entanto, a equipe carioca conseguiu balançar as redes aos 35 minutos em uma cobrança de falta feita por Lucca, ex-tricolor, de longa distância.

SEGUNDO TEMPO: Bahia pressiona e cria chances, mas leva mais um gol e perde o jogo

Já na segunda etapa, quem não teve dificuldadep para criar foi o Fluminense. Por sua vez, o Bahia finalizou nove vezes ao longo dos últimos 45 minutos.

Primeiramente, o Esquadrão levou um susto logo nos primeiros minutos, quando Fred balançou as redes. Porém, o lance foi corretamente anulado por impedimento.

A primeira finalização a gol do Bahia no jogo aconteceu somente aos 13 minutos do segundo tempo, com Rodriguinho, de fora da área, mas sem dificuldades para o goleiro Marcos Felipe defender.

Em meio a dificuldades na criação ofensiva, o técnico Dabove fez uma mudança bastante atacante. Tirou Patrick, que corria risco de levar o segundo amarelo na partida, e pôs em campo Oscar Ruiz.

Com o passar do tempo, o Fluminense “pisou no freio” e o Bahia conseguia, finalmente, exercer pressão no campo de ataque. A melhor chance aconteceu aos 32 minutos, em lance de escanteio, quando Luiz Otávio cabeceou no travessão.

Buscando aproveitar o bom momento na reta final da partida, Dabove buscou aumentar o poder de fogo com a entrada de Rodallega no lugar de Rodriguinho.

Aos 36 minutos, Capixaba, pelo lado esquerdo, tabelou com Rossi e acertou um belo chute na entrada da grande área. Marcos Felipe defendeu bem.

Nos últimos minutos, o Esquadrão seguia insistindo em busca do gol de empate, mas não conseguiu balançar as redes.

Mesmo com toda pressão do Bahia, o Fluminense foi quem marcou gol, no último lance, com Bobadilla, aproveitando sobra de bola na área. Placar final: 2x0 para o Flu. (ESPORTE CLUBE BAHIA. COM) 

Postar um comentário

0 Comentários