Header Ads Widget

Usuários do WhatsApp GB são banidos da plataforma oficial e reclamam no Twitter; entenda


Por: Tudo Celular

O WhatsApp voltou a banir na manhã desta terça-feira, 22, os usuários do mensageiro que utilizam a versão modificada "GB", plataforma paralela que não atende aos termos da desenvolvedora e se popularizou nos últimos anos por oferecer funções que não estão disponíveis no aplicativo oficial.

O assunto domina os trending topics do Twitter com quase 30 mil menções ao termo "WhatsApp GB", tema que polarizou a internet com diversas opiniões contrárias e a favor do uso de versões que incluem recursos potencialmente perigosos e que podem colocar em risco a comunidade.

O WhatsApp GB utiliza como base a versão oficial do mensageiro, mas inclui funcionalidades que não estão disponíveis no aplicativo oficial. Dentre os recursos mais aclamados pelos usuários estão a possibilidade de remover o status "online", visualizar mensagens apagadas e respostas automáticas, por exemplo.

Enquanto algumas publicações celebram a pirataria outras criticam os usuários do iPhone, público que devido às limitações do iOS não pode instalar apps modificados fora da loja do sistema.

No geral, quem foi banido fica impossibilitado de usar os serviços do WhatsApp e não podem mais cadastrar o número de telefone afetado, ou seja, precisam adquirir um novo chip se operadora para continuar usando o mensageiro.

Apesar de ser o mensageiro mais usado pelos brasileiros, o WhatsApp não é popularmente conhecido por oferecer aos usuários uma enorme quantidade de recursos e funções, deixando a desejar nesse quesito e fazendo com que pessoas instalem versões modificadas a fim de ter à disposição ferramentas ainda não lançadas no aplicativo oficial.

Embora plausível, essa justificativa não é o suficiente para impedir que sua conta seja banida do aplicativo caso decida usar uma versão personalizada do WhatsApp. Ainda que pareçam inofensivos, esses aplicativos não oficiais podem colocar sua segurança e privacidade em risco, expondo seus dados e informações sensíveis.

Além disso, nos Termos de Serviço do WhatsApp consta diversas cláusulas — condições que você concordou ao criar sua conta na rede social — que determinam restrições de uso aos apps de terceiros que realizam modificações na plataforma proprietária da empresa podendo causar prejuízos à desenvolvedora.

Ainda que soe como injusto, o banimento de contas que contrariem os termos da plataforma está previsto nas políticas do WhatsApp como consequência aos usuários que "violarem as disposições ou intenções destes Termos ou prejudicar, colocar em risco ou expor juridicamente a nós, nossos usuários ou terceiros.".


Postar um comentário

0 Comentários