Header Ads Widget

Ex-pugilista baiano Reginaldo 'Holyfield' é internado em Salvador; com diabetes e depressão, ele tem dificuldades para falar e andar

 


O ex-pugilista baiano Reginaldo "Holyfield" foi internado, nesta terça-feira (10), em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Salvador. O ex-atleta apresentou um quadro de anemia, pneumonia, diabetes e alteração da próstata.

Um dos maiores boxeadores baianos, Holyfield tem 56 anos e está com 66 kg, 20 a menos do que que o peso de quando lutava. Bastante debilitado, o lutador tem dificuldades de falar e andar.

Segundo a Secretaria de Saúde de Salvador (SMS), Holyfield fez exames, foi medicado e estabilizado. Ele foi transferido para o Hospital Municipal de Salvador, onde dará continuidade ao tratamento.

Filha de Holyfield, Viviane Andrade diz que o estado de saúde do pai piorou nos últimos dias.  

"Está sendo uma tristeza. Estou aqui sem dormir desde ontem (segunda-feira). Desde que ele começou, eu e minha irmã não conseguimos dormir direito, muito preocupadas. Foi quando a gente viu mesmo que, se ele ficasse em casa, ele poderia morrer. Aí a gente decidiu trazer ele para a UPA, para ele ter um tratamento adequado, porque em casa não tem como - disse em entrevista à TV Bahia, antes da internação do pai no Hospital Municipal.

As imagens de Holyfield debilitado circularam nesta terça-feira em redes sociais e aplicativos de mensagens e geraram campanha por pedidos de ajuda. O cantor Tonho Matéria foi um dos que pediu ao governador Rui Costa e ao prefeito de Salvador Bruno Reis que ajudassem o ex-pugilista.

De acordo com Tiane Rebouças, treinador de boxe e amigo do ex-pugilista, Reginaldo Holyfield desenvolveu um quadro de depressão nos últimos meses e tem dificuldade na comunicação.

"Mais ou menos cinco meses atrás, ele já estava um pouco debilitado. Uma pessoa da igreja conseguiu para ele alguns exames e constatou diabetes. Com isso, ele ficou cada vez mais debilitado, com quadro também de depressão. Ele está com vergonha dele mesmo. Um cara que já foi malhado, atleta de alto rendimento, e hoje está debilitado. Tinha noventa e poucos quilos, hoje está com 66 kg. Muito debilitado, falando baixinho. A gente passava lá para alegrar ele, levar para comer fora, distrair ele. Eu espero que ele venha a sair dessa para que ele pelo menos volte a treinar" disse o treinador.

Em 2018, Holyfield foi tema de filme. A Luta do Século, de Sérgio Machado, retratou a rivalidade do baiano com o pernambucano Luciano Todo Duro. A disputa entre os dois se tornou uma lenda na rivalidade entre os dois estados nordestinos. O filme apresenta o ápice e o ostracismo dos dois pugilistas. 

G1/Bahia

Postar um comentário

0 Comentários