Header Ads Widget

Queima de espadas e shows marcam chegada do mês de junho em Cruz das Almas


Mesmo com a proibição, Cruz das Almas no Recôncavo baiano, registrou queima de fogos conhecidos como "espadas de fogo" na madrugada desta quarta-feira, 1º de junho, na já tradicional Alvorada que anuncia a chegada do mês dos festejos juninos. 

Vários bairros relataram a queima dos fogos, mas na Rua da Estação (Rua Ruy Barbosa), foi onde se viu uma maior concentração dos "espadeiros", como são conhecidos os grupos que tocam o artefato. 


As guerras de espada foram proibidas em Cruz das Almas em 2011, com base no Estatuto do Desarmamento, instituído em 2003. Além disso, legislação estadual prevê que fabricar, possuir e soltar espadas é crime, cuja pena pode chegar até seis anos de prisão.

A guerra de espadas ainda divide opiniões dos moradores da cidade, já que alguns são favoráveis e outros contrários. 

Em nota, a Polícia Militar disse que esteve em alguns pontos para controlar a queima de fogos. Além disso, afirmou que "a fiscalização corresponde ao órgão de cada município", e que a corporação dá apoio "em qualquer circunstância em que haja risco à coletividade".

Alvorada da Rua Riu Branco 

Para marcar a abertura oficial dos festejos juninos, a Prefeitura de Cruz das Almas realizou ainda a Alvorada Esperando o São João, da Rua Riu Branco (Estrada de Ferro), com as apresentações de Kart Love, Alexandre Pio e Pelotão do Forró. 

Além de muito forró e cultura, o evento contou ainda com o show de luzes e beleza da tradicional queima de fogos.

Postar um comentário

0 Comentários