Header Ads Widget

Mulher que foi brutalmente agredida por vizinho em São Paulo voltará para Cruz das Almas

Um Boletim de Ocorrência sobre o caso foi registado, mas o suspeito continua foragido.


Um caso brutal de agressão a uma mulher tem chocado a população de Cruz das Almas, Alaide Mota, de 34 anos de idade é Cruzalmense, mas mora em São Paulo a cerca de sete anos e foi vítima de violência por um homem identificado como Adélson Gomes de 39 anos.

O caso aconteceu no dia 5 de junho deste ano, Alaíde foi violentamente agredida dentro de sua casa pelo seu vizinho que a surpreendeu após se declarar apaixonado por ela. O homem que nutria uma paixão secreta, teria se irritado por não ser correspondido e empurrou Alaíde para dentro de sua casa e a atacou com golpes de faca e uma espécie de marreta. A vítima foi atingida na região da cabeça e em várias partes do corpo.

Segundo a vítima, o vizinho sempre a olhava de forma maliciosa, e os olhares maldosos a incomodavam. Ela relata, que era um olhar de desejo, e sempre recomendava a sua filha que deixasse o portão da casa fechado porque ela sentia maliciá por parte do seu vizinho, que é casado.

O trauma e medo que ficaram em Alaíde são enormes, a vítima que mora com dois filhos quer voltar para Cruz das Almas para tentar restabelecer a sua vida perto dos familiares que moram em Cruz.

Em contato com a reportagem, Alaíde ainda muito abalada, contou que ainda tem medo de que algo aconteça com ela ou com os filhos já que o suspeito ainda está foragido da polícia.

Estou aqui porque Deus teve misericórdia de minha vida, eu entrei em luta corporal com ele, não foi fácil, eu pensei muito em meus filhos, em minha família. Ainda sinto medo por isso quero voltar para perto de meus familiares em Cruz das Almas".

O JornalZero75 e a Rádio Excelsior Recôncavo, através de parceiros conseguiram um carreto de São Paulo para Cruz das Almas para efetuar a mudança dos móveis da Alaíde e assistência psicológica, através da Clínica Clipi para a vítima e filhos.

Em mensagem encaminhada a redação do JornalZero75, Alaíde agradece ao apoio e assistência.

Desde já quero agradecer a todos que me procuraram, graças a Deus já encontrei o carreto para fazer minha mudança, e logo estarei de volta a Cruz das Almas”, disse Alaíde.

Um Boletim de Ocorrência sobre o caso foi registado, mas o suspeito continua foragido.


 Jornal zero 75

 

Postar um comentário

0 Comentários