Header Ads Widget

Caminhoneiros protestam contra o aumento no preço do combustível em Feira de Santana, na BA; Av. Transnordestina é interditada

Manifestação de caminhoneiros contra aumento do preço do combustível em Feira de Santana — Foto: Reprodução/TV Subaé


Por: G1Bahia 

Um grupo de caminhoneiros protesta nesta sexta-feira (11) na Avenida Transnordestina, nas imediações do Anel Viário de Feira de Santana, cidade a 100 km de Salvador. A manifestação é contra o aumento do preço do combustível, que registra média de R$ 6,79 nos postos da cidade.

Na quinta-feira (10), a Petrobras reajustou preços da gasolina, diesel e gás de cozinha e novos valores para refinarias valem a partir desta sexta-feira (11). Na Bahia, o abastecimento é feito pela Refinaria de Mataripe, antiga Landulpho Alves (Rlam), que é privatizada. Na refinaria, o combustível custa 6,4% a mais do que o vendido pela estatal. A diferença em relação ao valor do diesel S-10 é menor, 2,66%.

Com isso, a refinaria, que fica em São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador, tem combustíveis com os preços mais caros do Brasil, em comparação com as refinarias da estatal.

Os manifestantes bloqueiam os dois trechos da via e o ato provoca um longo congestionamento na região, que dá acesso a outras rodovias no município. Os trabalhadores dizem que não têm previsão de quando vão encerrar a manifestação.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanham o protesto, que ocorre de maneira pacífica. As equipes trabalham para liberar ao menos uma faixa em cada sentido da via, para liberar a passagem de veículos e tentar amenizar o congestionamento.

Na terça-feira (8), caminhoneiros e entregadores de delivery fizeram uma manifestação pela mesma pauta em Feira de Santana. O grupo bloqueou o Anel de Contorno, um dos locais com maior movimento de pessoas no município.

Os manifestantes interditaram a rodovia com pneus, que foram queimados por eles, e dispersaram o protesto cerca de uma hora depois.

Postar um comentário

0 Comentários