Header Ads Widget

MDB de Geddel assume Recursos Hídricos e Administração Penitenciária, onde emplaca advogado de Luiz Argolo

Ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso no caso do bunker de R$ 53 milhões, indica novo secretário de Administração Penitenciária da Bahia


O MDB dos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima indicou as secretarias estaduais de Infraestrutura Hídrica e Administração Penitenciária dentro do acordo pelo qual o partido aderiu à candidatura do petista Jerônimo Rodrigues ao governo e indicou o emedebista Geraldo Jr., presidente da Câmara Municipal de Salvador, para seu vice.

Responsável pelo controle dos presídios estaduais e de todo o contingente de presos no Estado, a secretaria de Administração Penitenciária será ocupada por José Antonio Maia Gonçalves, advogado do ex-deputado federal Luiz Argolo, único baiano preso pela Operação Lava Jato – por quatro anos e seis dias.

Murilo Dias Sampaio foi indicado pelos irmãos Vieira Lima para a secretaria de Recursos Hídricos. O fato de o governo ter entregue ao MDB a secretaria de Administração Penitenciária, que custodiou Geddel enquanto ele esteve preso na Bahia no caso do bunker de R$ 53 milhões, virou motivo de piada até entre petistas.

Ainda mais porque o novo secretário é advogado de outro ex-parlamentar que também foi preso. As nomeações, feitas pelo governador Rui Costa (PT), foram publicadas na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado, dia em que tradicionalmente o veículo é menos lido.

No evento em que o MDB anunciou o apoio a Jerônimo, na terça-feira passada, Geddel circulou entre os presentes, mas evitou discursar e falar com a imprensa.

Postar um comentário

0 Comentários