Header Ads Widget

Conselho Regional de Medicina apura conduta dos profissionais que atenderam menino que morreu com prego no pulmão

Foto: Reprodução / TV Santa Cruz

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) irá apurar as possíveis responsabilidades dos médicos que atenderam Cauan Araújo Conceição, de 3 anos, em Canavieiras, no extremo sul da Bahia. Ele morreu por broncopneumonia, causada por um prego no pulmão.

A família do menino acusa a unidade de saúde do município de negligência, já que os pais levaram a criança várias vezes ao local para atendimento.

Além do Cremeb, a Polícia Civil abriu inquérito para descobrir se houve negligência médica nos atendimentos. A Secretaria de Saúde de Canavieira também informou que está tomando todas as medidas cabíveis para a apuração dos fatos, desde a entrada da criança no Hospital Municipal Regis Pacheco até o seu encaminhamento para o HGE.

Os pais da criança, Clarice Araújo e Cosme Conceição, contaram em entrevista à TV Bahia que a primeira ida ao hospital da cidade aconteceu quando perceberam que o filho tinha engolido um objetivo. No entanto, no atendimento nada foi identificado.

Depois disso, Cauan foi levado outras várias vezes, sempre com as mesmas dores. A mãe do pequeno explicou que, com o passar do tempo, os sintomas ficaram mais intensos.

A penúltima entrada do garoto no hospital do interior da Bahia foi no dia 27 de junho. A médica disse à família que ele estava com sintomas de asma. Como das outras vezes, nenhum exame médico foi solicitado. A profissional receitou medicamentos, indicou uma nebulização e liberou a criança de volta para casa. Com o agravamento, Clarice e Cosme fizeram um exame de raio-x particular e foi identificado o prego.

Cauan foi então encaminhado para Hospital Geral do Estado (HGE). Ele foi submetido a uma cirurgia e os médicos identificaram que o material tinha perfurado os dois pulmões. A criança chegou a ficar internada dois dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas ela não resistiu aos ferimentos. Ele faleceu no dia 1 de julho.


iBahia

Postar um comentário

0 Comentários